" /> Como ser produtivo como um milionário - Framar

Como ser produtivo como um milionário

A importância do Marketing Digital em 2018
Julho 13, 2018
Mostrar tudo

Como ser produtivo como um milionário

Sabe qual é a grande diferença entre a sua produtividade e a dos milionários?


Não é o dinheiro. Não é a influência. Não é o tamanho da empresa. Não é o número de funcionários. Não é o país ou a cidade.

É como cada um administra o próprio tempo.

O tempo é o recurso mais escasso e mais valioso do mundo e todos nós temos as mesmas 24 horas todos os dias.

Usar o tempo da maneira certa é a melhor estratégia para ser mais produtivo.

Se dedicou dias e noites para concluir um projeto e, no final de contas, continuou insatisfeito com o resultado é porque não estava a ser produtivo – estava apenas a perder tempo, dinheiro e qualidade de vida.

Com apenas três passos simples e fáceis de aplicar, vai estar preparado para alcançar níveis de produtividade como nunca antes.


Produtividade: o que é de facto?  

 


Quem tem um negócio, seja de marketing ou de qualquer outra área, deve ter em conta que ter altos níveis de produtividade no trabalho é essencial para ter um sucesso.

Se chegou até aqui, provavelmente é porque sente que precisa de ser mais produtivo e de garantir que quem trabalha para si aumente também a produtividade.

Para que tal aconteça, precisa de entender o verdadeiro sentido de produtividade. O primeiro passo é diferenciar produtividade de produção.

Produção é o volume que se produz. Para um fabricante de tapetes, por exemplo, é produzir o maior números de peças no menor espaço de tempo.

Produtividade é realizar uma meta com o mínimo de esforço, de tempo e de dinheiro, e isso exige comprometimento, estudo e planeamento.

Enquanto produção tem a ver com quantidade, produtividade está ligada à qualidade do que é produzido.

 

24 dicas para aumentar a produtividade na sua empresa



1 –  Não precisa de ser um workaholic


Hábitos como chegar mais cedo e trabalhar além do seu horário na verdade fazem mal para a sua saúde física e mental, por norma, afeta também a produtividade.

Colocar o trabalho acima de qualquer outra coisa, acordar e dormir a pensar nas tarefas que estão por concluir pode causar insónias, mau humor e até depressão, ou seja ficar viciado no trabalho irá prejudicar as outras valências da sua vida.

Só pensar em trabalho não significa sucesso!



2 – Estar cheio de tarefas não é ter mais produtividade


Imagine o seguinte: é segunda-feira, início da semana, abre a sua agenda de tarefas e tem tantas coisas para fazer que não faz ideia por onde começar.

Quando tem muitas coisas para fazer, não está a ser produtivo, está apenas ocupado. No fundo o que acontecerá é que irá querer fazer tudo e no fim nada ficará bem feito, neste caso a nossa dica é: não tente abraçar o mundo.

 

3 – Não viva para apagar incêndios


Por vezes, as coisas inesperadas acontecem.

Mas, se o seu dia for a realizar tarefas que iram surgir de última hora, o que já tinha programado para fazer fica por fazer.

Senão, no final do dia ou da semana, irá verificar que não produziu nada, apenas resolveu emergências.


4 – Fazer pausas é fundamental

 


A verdade é que não somos máquinas de produtividade. Não conseguimos passar um dia de trabalho inteiro com o mesmo nível de concentração, mesmo que por 5 ou 10 minutos, faça uma pausa e deixe o seu organismo descansar.

O mais importante: não se sinta culpado por fazer pausas durante o seu trabalho.
Pode parecer asneira, mas o ambiente influencia diretamente a sua produtividade. O cérebro entra em stress com a desorganização e tem dificuldades para se concentrar.

Atenção para quem faz home office: um desafio para quem faz trabalho remoto é manter o foco rodeado de tantas “tentações” como a tv ou a cama.

6 – Nem todo o mundo trabalha das 8h às 17h


Eu adoro acordar cedo e produzo muito bem pela manhã. Mas depois do almoço… é complicado manter o foco em atividades que exijam muito da minha concentração.

Lá para o meio da tarde tudo volta ao normal.

Por outro lado, conheço pessoas que têm picos de produtividade na madrugada.
A verdade é que cada organismo age de forma diferente.

Adapte o seu horário de trabalho para aproveitar ao máximo os seus picos de produtividade.

7 – Não comece o seu dia com pressa

Acorde mais cedo e não saia à pressa para o trabalho.

Se começar o dia num ritmo agitado, o seu cérebro irá entender o que se está a passar.

Acorde com tempo para tomar o pequeno-almoço, para ver um vídeo no youtube ou um episódio curto da sua série preferida, ou até mesmo para olhar para o nada por alguns minutos.

8 – Identifique quanto tempo passa em cada tarefa

 


Uma coisa é certa, deixamos tarefas importantes para depois porque “só levam uma horinha para fazer” – mas essa horinha facilmente se transforma em 2h ou 3h.

A ferramenta Rescue Time, ajuda-o a identificar quanto tempo passa em cada atividade. Assim, tem uma maior perspectiva do tempo que gastou e como o pode gerir de forma mais eficiente.

9 – Divida o seu tempo em ciclos

Existem duas técnicas espetaculares para aproveitar cada segundo do seu tempo.

A primeira delas é a Técnica Pomodoro, que se baseia em quebrar as suas tarefas em ciclos e manter-se focado enquanto estiver em cada uma delas.

O ciclo fica completo assim que se mantiver 25 minutos completamente focado e posteriormente fizer uma pausa de 5-10 minutos.

Após fazer quatro ciclos, pode aumentar o tempo da pausa para 15/30 minutos.

A segunda estratégia é trabalhar 90 minutos seguidos.

Um estudo feito pela Universidade da Flórida observou profissionais de elite, como atletas, músicos, atores e constatou que eles fazem três ciclos de 90 minutos diariamente por isso têm um desempenho tão alto. Ou seja, raramente trabalham mais de 4.5 horas por dia.

A verdade é que durante o dia, passamos de um estado de alerta para fadiga a cada 90 minutos, por isso é que esta técnica é tão eficaz.

O importante não é quanto tempo trabalha, mas sim a qualidade desse tempo.


10 – Foque-se na solução, não no problema

 

Se tem um problema. Já aconteceu. O problema já está lá. Pensar nele não o vai ajudar em nada. Focar-se no problema pode causar um bloqueio criativo e impedi-lo de observar soluções.

Segundo Carol Dweck, autora de Mindset – a nova psicologia de sucesso, há basicamente dois tipos de mindset – o fixo e o de crescimento.

O fixo consiste na crença de que a inteligência é estática e limitada por talentos de berço.

Pessoas com dificuldade em Matemática, tendem a achar que não há nada a ser feito – o potencial vai até ali e pronto.

Estas pessoas ficam paradas no tempo e não avançam porque a sua mentalidade não lhes permite.

Já aqueles com mindset de crescimento encaram os desafios como oportunidades de crescimento.

O mindset tem influência direta nos resultados das nossas ações, por isso focar-se na solução dos problemas é para quem tem mindset de crescimento e pretende evoluir com as dificuldades.

11 – Um objetivo é feito por metas

Quando definir as tarefas que vai cumprir ao longo do dia, procure detalhá-las para tornar mais claro o que é preciso ser feito.

Uma lista de tarefas detalhada vai ajudá-lo a organizar melhor o seu tempo e perceber se essa é uma lista possível ou não para aquele dia ou semana.

Atenção: as metas que definiu precisam de ser possíveis! Nunca vai conseguir concluir uma lista com metas impossíveis.

 

12 – Preste atenção aos sons

 


Existem pessoas que preferem lugares com bastante barulho, outros gostam mais de um som ambiente.

Evite o silêncio, porque as melodias ativam a sensação de prazer e isso ativa a produtividade.

88% de quem ouve música enquanto trabalha apresenta mais e melhores resultados do que os restantes.

 

13 – Tenha rituais para preparar a sua mente


Rituais são uma forma de mostrar ao seu cérebro que uma atividade vai começar.

Pequenos hábitos como pegar num copo de água, numa chávena de café ou colocar uma música específica a tocar antes de começar o dia de trabalho.

 

14 – Organize o seu dia



Pode ter uma memória incrível e lembrar-se até da cor e o modelo da camisa que estava a usar no primeiro dia do seu primeiro emprego.

Mas confiar apenas na sua memória para se lembrar de todas as tarefas do dia a dia é pedir para dar errado.

Para ajudar na organização, pode usar:

– Agendas físicas ou post-its

– Agendas online, como o Google Agenda

– Aplicativos e ferramentas, como Google Drive, Trello, Evernote, Slack.

O meu conselho é: organize a sua semana na sexta-feira antes de encerrar o dia ou na segunda-feira logo de manhã.

Isso ajuda o seu cérebro a preparar-se para o que aí vem.

 

15 – Evite ao máximo distrações



Mesmo que viva isolado do mundo, sem acesso à internet, sem pessoas à sua volta, as distrações arranjam sempre forma de aparecer.

É praticamente impossível ver-se livre delas, mas é possível evitá-las:

– Telemóvel

Mantenha o seu telemóvel em modo avião ou desligado e só veja as notificações quando estiver na sua pausa, nunca durante o horário produtivo.

– Redes sociais

O Facebook e o Instagram são buracos negros da produtividade.

Para quem precisa de trabalhar com as redes sociais, uma dica de ouro é usar o News Feed Eradicator, porque ele bloqueia o seu feed de notícias e poupa-lhe horas preciosas.

– E-mail

Ver e-mails não deve fazer parte das suas tarefas do dia, porque pode perder-se no meio de tantas mensagens.

Separe um momento do dia para isso, e só veja os seus e-mails quando tiver tempo para os responder – caso contrário, terá duas vezes o mesmo trabalho.

– Colegas de trabalho

Defina momentos para socializar – na pausa para o café ou durante o seu intervalo.

Evite conversar ou prestar atenção à conversa do lado durante o horário produtivo.

– Separadores no navegador

Não tenha muitos separadores abertos porque vai estar a passar de um separador para o outro e irá perder muito tempo de produtividade.



16 – Reuniões roubam muito do seu tempo

 


As reuniões são importantes, sim, mas não sempre.

Só faça reuniões quando for mesmo muito necessário e estipule quanto tempo elas deverão durar. Acredite que a maioria não precisa passar dos 30 minutos.

Só chame para a reunião quem precisa mesmo de estar lá. Não gaste o tempo de outra pessoa sem necessidade.


17 – Tarefas mais importantes em primeiro lugar



Se costuma fazer as tarefas mais fáceis e menos importantes primeiro, está a cometer um erro.

Se juntar todas as tarefas mais simples que fez, vai perceber o tempo que perdeu.

Nas primeiras horas do dia, dê prioridade às tarefas mais complicadas e importantes, quando a sua cabeça tem mais energia.

Se for deixar para fazer no final do dia, vai estar cansado e vai ter mais dificuldades para se concentrar.



18 – Encontre a sua motivação


Qual é o seu objetivo? Por que acorda todos os dias para trabalhar? O que lhe dá combustível para continuar?

Descobrir o que o motiva, onde quer chegar e se está no caminho certo são pontos importantes para manter a sua produtividade mais alta.

 

19 – Multitarefa é uma grande ilusão



Se quer diminuir a sua produtividade em 40%, a multitarefa é o caminho.

Isto porque quando faz várias coisas ao mesmo tempo, na verdade está mudando de uma tarefa para a outra e não completa nenhuma com o máximo de desempenho.

Portanto, se quiser altos níveis de produtividade, só comece uma tarefa quando a anterior estiver finalizada.



20 – Alcance o estado de flow

 



Tudo o que lhe falei até aqui é útil para quem quer elevar a produtividade.

Mas, talvez a coisa mais eficaz seja o estado de flow.

Este conceito significa estar completamente imerso numa atividade, pode até esquecer-se de comer ou dormir de tão focado.

Alcançar o estado de flow não é a tarefa mais fácil do mundo, mas todas as outras dicas que dei vão ajudá-lo a chegar lá.



21 – Não se perca com o excesso de informação

 

O telemóvel toca a toda a hora, as notícias saem quase em todos os instantes. Se parar cada vez que alguma coisa acontece na internet, não vai fazer mais nada.

Talvez já tenha começado uma pesquisa para descobrir o que é marketing e acabou num canal no Youtube que fala sobre turismo.

É muito fácil perder-se com informações. Por isso, mantenha o foco naquilo que está a pesquisar.


22 – O erro não é seu inimigo

 


Não tenha medo de errar. Pode estar a usar essa desculpa para não ser produtivo.

Feito é melhor do que perfeito.  

Quem tem medo de errar, pode estar a sabotar a própria criatividade.  


23 – Pedir ajuda não é fraqueza



Se acha que pedir ajuda é sinónimo de fraqueza ou ignorância… repense.

Imagine que tem dificuldades para falar em público e precisa de dar uma palestra .

Um dos seus colegas de trabalho é ótimo com isso. Pode tentar sem a ajuda dele e ter um mau resultado ou mediano, ou pedir ajuda e surpreender-se com o seu desempenho.

 

24 – Produtividade também depende da sua saúde física

 



O seu desempenho vai ser prejudicado caso o seu corpo não esteja preparado.

-Cuide da sua postura, tanto quando estiver sentado ou quando estiver em pé. Se a sua coluna estiver-lhe a doer, é porque está a fazer alguma coisa mal.

-Beba água, os seus órgãos simplesmente não funcionam bem sem água. Da cabeça aos pés, se não estiver hidratado, o seu desempenho vai descer.

-Comer é a sua forma de conseguir combustível para o seu corpo funcionar. Quem não tem uma boa alimentação, deixa o seu organismo sem equilíbrio.

-Ter uma boa noite de sono é fundamental para manter o metabolismo em altas, ter disposição para encarar o seu dia e até prevenir doenças como depressão e diabetes.

O ideal é um mínimo de 7h de sono por noite. Se tem o costume de ficar as noites até tarde a trabalhar, só se está a prejudicar a sua produtividade.

Sem descanso, o seu rendimento no dia seguinte irá cair.

Se puder, tirar pelo menos 20 minutos depois do almoço para “fechar os olhos” um bocado, tire.

-A atividade física é muitas vezes uma terapia, uma forma de retirar todo o cansaço do dia-a-dia.

-Se tomar um banho depois de acordar, vai ajudar o seu organismo a despertar e a preparar-se para o dia que tem pela frente.

– Principalmente para quem fica muito tempo sentado, fazer alongamentos é uma forma de ativar a circulação sanguínea, evitar dor nas costas e dores musculares.

– Parece asneira, mas fazer a cama é um pequeno passo para mostrar ao seu organismo que mais um dia está a começar.


Conclusão



Tenho a certeza que saber como aumentar a produtividade é um ponto de interrogação para muitas pessoas.

Mas depois deste artigo, está mais do que preparado para aplicar todas as dicas que lhe dei aqui e ser tão produtivo como um milionário.

Não existe motivo para esperar: comece agora mesmo a aplicar o que ensinei e veja o seu desempenho a alcançar níveis como nunca antes viu.

O mais importante: vai ter o seu tempo de volta nas suas mãos.